Taça das Favelas Rio 2019 define classificadas para as semifinais

09 de Junho de 2019



por Alexander Valu*, Leonardo Nogueira* e Lucas Meireles*

Se o público queria emoção, os jogos das quartas de final disputados no sábado, dia 8 de junho, Campo do Realengo, proporcionaram isso e muito mais.

Disputas pela classificação terminadas nos pênaltis, vitórias em partidas acirradas e até goleada marcaram o dia de competições do torneio organizado pela Central Única das Favelas (CUFA) e produzido pela InFavela, que contou ainda com a presença de animadas torcidas, lotando a arquibancada e apoiando seus jogadores.

Os times classificados para as semifinais do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo foram Patativas de Campo Grande, Vilar Carioca, Gogó da Ema e Engenho Velho de Itaboraí. Neste sábado só aconteceram partidas válidas pela categoria masculina.


Fumacê 0 (0) x 0 (2) Patativas de Campo Grande

A partida já começou repleta de nuances. O Patativas tentou as primeiras investidas, mas depois o Fumacê conseguiu equilibrar o jogo. Com troca de passes rápida, a equipe de Realengo foi quebrando a defesa adversária e por pouco não terminou a primeira etapa em vantagem no placar. Na melhor chance, o meia Marcos, do Fumacê, recebeu cara-a-cara, mas acabou batendo para fora. O segundo tempo já ganhou novos contornos. O Patativas adiantou a marcação e passou a dominar as ações. A melhora do time de Campo Grande só não garantiu o gol. Com o empate, o primeiro classificado para as semifinais da categoria masculina da Taça das Favelas foi decidido nos pênaltis. O goleiro Jeferson Azevedo, do Patativas, defendeu a cobrança de Robert Willian, do Fumacê. Jeferson dos Santos abriu o placar para a equipe de Campo Grande. Quando Julio Elson, do time de Realengo, acertou o travessão, o branco e azul só precisavam de mais um gol. Gol este que veio dos pés do atacante Diogo, classificando o Patativas de Campo Grande para semifinal.


Jardim Bangu 1 x 2 Vilar Carioca

A segunda partida do dia foi, sem dúvidas, uma das mais tensas. Na primeira etapa do jogo, os dois times mantiveram o equilíbrio esperado para o jogo, priorizando o toque de bola e fazendo muitas jogadas pelo meio do campo. O time do Vilar Carioca consegue chegar mais vezes com perigo ao gol adversário, mas nada que o goleiro da equipe do
Jardim Bangu não pudesse defender.

Todos os gols da partida, saíram na segunda etapa. O primeiro gol veio após uma bela jogada da equipe do Vilar, pela ponta esquerda do campo, desembocando no gol do atacante Igor Almeida. A equipe do Jardim Bangu conseguiu empatar após um escanteio, com o número dez do time, Guilherme Luiz. E já no final da partida, em um pênalti para o Vilar Carioca, Igor Almeida, o autor do primeiro gol, converte e garante a equipe de Campo Grande, na próxima fase da Taça das favelas 2019, e também se consagra o melhor da partida.


Gogó da Ema 1 x 0 Parque Ipanema

A terceira disputa das quartas de final ficou por conta dos times Gogó da Ema e Parque Ipanema. A exemplo dos jogos anteriores do dia, as duas favelas fizeram uma partida eletrizante e muito acirrada. Os jogadores de ambos os times entraram em campo com muita disposição, fazendo um jogo franco, aberto e sempre em busca do gol. Mas os constantes erros de passe dos dois lados impediam a criação de jogadas de real perigo e adiava, assim, o grito das torcidas, que lotaram a arquibancada. O Gogó da Ema levou perigo ao gol adversário uma única vez no primeiro tempo, por meio de jogada confusa na pequena área que terminou com o goleiro do Parque Ipanema defendendo um chute à queima-roupa. Enquanto isso, o Parque aproveitava os contra-ataques, dando trabalho para defesa da favela Gogó da Ema. Porém, também sem balançar a rede adversária. E assim permaneceu a dinâmica da partida até o fim da primeira etapa: um mero empate de 0 a 0. No segundo tempo, os jogadores da Gogó da Ema começaram mais ofensivos. E, de falta, o atacante, camisa 10, Ronald Barcellos Arantes marcou logo aos 8 minutos, abrindo finalmente o placar para o time. Mesmo com um jogador a menos em campo por conta de expulsão, a equipe continuou forte e resistindo às investidas do Parque Ipanema durante boa parte da etapa complementar. Embora valentes, os jogadores do Parque não conseguiram empatar o jogo, o que significou a classificação da favela do Gogó da Ema para as semifinais. Uma conquista pra lá de festejada por jogadores e torcida, que marcou presença e impulsionou o time à vitória desde o início.


Engenho Velho de Itaboraí 4 x 1 Nova Brasília de Niterói

O Engenho Velho começou surpreendendo, e com apenas 25 segundos de jogo, o atacante Edgar pegou o rebote do goleiro e abriu o placar para o time de Itaboraí. Em desvantagem, o Nova Brasília tinha a posse de bola, mas não conseguia ser efetivo no ataque. Diferentemente do Engenho, foram cinco chegadas com perigo do verde e branco antes do lateral-direito Kaique, de cabeça, ampliar a vantagem. Logo em seguida, o atacante Josué partiu no contra-ataque e protagonizou uma linda jogada individual. O camisa 6 limpou o zagueiro e bateu para dar número finais ao primeiro tempo. Na segunda etapa, o Nova Brasília até começou melhor. Mas Breno, de pênalti, aumentou a vantagem para o Engenho Velho. Ainda houve tempo para o artilheiro Marreta, também em cobrança de pênalti, descontar para o amarelo e preto, fechando o placar em 4 a 1 para a equipe de Itaboraí. O Engenho Velho agora vai enfrentar o Gogó da Ema, de Belford Roxo, na semifinal.


No próximo sábado, dia 15 de junho, as favelas voltam ao Campo do Realengo, para decidirem quem serão as finalistas que estarão em Moça Bonita, no próximo dia 22 de junho, disputando a finalíssima!

A Taça das Favelas Rio 2019 tem patrocínio do PicPay e da Friboi, apoio de Box Mineiro, Euro Sports, Vai Voando, Comunidade Door, Doctare, Globo, Sportv, Mycujoo e Placar Esportivo.

*Voluntários sob supervisão da Assessoria de Comunicação da CUFA.





Taça das Favelas 2019 - Todos os direitos reservados.