Sábado teve queda de campeãs nos pênaltis na Taça das Favelas Rio

01 de Junho de 2019



por Leonardo Nogueira* e Lucas Meireles*

 

O sábado, dia 1º de junho, foi de fortes emoções no Estádio do Realengo Futebol Clube. Ao longo do dia foram realizadas as primeiras partidas da fase de oitavas de final da Taça das Favelas Rio 2019, no masculino, e das quartas de final, na categoria feminina.

A manhã já começou com uma vitória do Patativas de Campo Grande sobre o Complexo da Manguariba conquistada nos minutos finais, na primeira partida do dia do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo. Logo em seguida, o Complexo de Acari bateu o Sapo de Camará por 2 a 0, na categoria feminina. O Fumacê foi outro classificado no torneio organizado pela Central Única das Favelas (CUFA) e produzido pela InFavela, desta vez após vencer o Km 40 de Seropédica por 3 a 1.

Nas três últimas partidas o que mais se viu foi emoção. O Corte Oito, no feminino, e o Vilar Carioca, pelo masculino, precisaram dos pênaltis para eliminar duas campeãs, após empatar no tempo regulamentar com, respectivamente, Caixa D’Água, atual vencedora entre as meninas, e a Vila Aliança, campeão do masculino, em 2017. O que único jogo que destoou foi a sonora goleada do Jardim Bangu sobre o Complexo da Coréia por 5 a 1.

 

Complexo da Manguariba 1 x 2 Patativas de Campo Grande - Masculino

Na primeira partida do dia, não faltou emoção. Complexo da Manguariba e Patativas começaram a partida de forma equilibrada, com o time de Campo Grande buscando o um pouco mais o gol. Ainda no primeiro tempo, o atacante Diogo fez bela jogada pela direita e abriu o placar para o Patativas. Na segunda etapa, a conversa com o treinador funcionou e o Manguariba retornou melhor, empatando no oportunismo do atacante Emerson, de cabeça. Porém, quando a partida parecia se encaminhar para decisão por pênaltis, uma penalidade acabou decidindo o destino das duas equipes. Na cobrança, Diogo bateu firme para garantir a vitória e classificação do Patativas. O time de Campo Grande vai enfrentar o Fumacê nas quartas.

 

Sapo de Camará 0 x 2 Complexo do Acari - Feminino

No primeiro jogo feminino das quartas de final, a equipe do Complexo do Acari levou a melhor. A partida começa com as meninas de Acari fazendo pressão no time adversário e dando bastante trabalho à goleira Carolaine Costa, do Sapo de Camará, que fez boas defesas durante grande parte da primeira etapa do jogo. O primeiro gol da partida sai ainda no primeiro tempo. Após um bate-rebate na entrada da grande área do Sapo de Camará, a meio-campista Thamiris Cristina, do Acari, consegue achar um chute que com uma pequena leveza encobre a goleira Carolaine, colocado assim a equipe do Acari na frente da disputa pelas semifinais da competição.

Já na segunda etapa, o jogo fica um pouco mais equilibrado com as meninas de Camará criando boas jogadas e conseguindo chegar ao gol adversário. Porém, hoje o dia era da atleta que vestia a camisa de número sete do time de Acari (Thamiris Cristina), que após o meado do segundo tempo, faz uma bela jogada pela ponta esquerda e amplia para o Complexo de Acari, deixando assim, o seu segundo gol na partida e consagrando-se a melhor em campo.

Com os dois gols da brilhante Thamiris, o Complexo de Acari se torna o primeiro semifinalista da Taça das Favelas Rio 2019.

                                                                                                

KM 40 - Seropédica 1 x 3 Fumacê - Masculino

A terceira partida do dia começou bastante intensa, com as duas equipes lutando muito por cada bola. Em uma linda cobrança de falta, o meia Rafael abriu o placar para o Fumacê. O atacante Robert William aproveitou o lançamento em profundidade e só tocou para tirar do goleiro, ampliando para o time de Realengo. Após o intervalo, a partida ganhou ainda mais em emoção. Logo no início da segunda etapa, o atacante Lucas Antônio, cobrou a falta por baixo da barreira e descontou para a equipe de Seropédica. Mas o Fumacê desejava mesmo a vaga, em um rápido contra-ataque, Robert Willian serviu o lateral-direito Gabriel, que fechou o placar. O time de Realengo vai enfrentar o Patativas de Campo Grande nas quartas de final.

 

Caixa D’Água De Padre Miguel 1(1) x (2) 1 Corte Oito - Feminino

O quarto jogo do dia começa de forma muito disputada. Os dois times marcando firme e atacando bem. A única diferença entre os dois, era a forma que ambos se portavam diante de uma bola aérea. E foi em uma bola lançada dentro da área, que equipe do Caixa D’água faz o primeiro gol da partida, abrindo o placar em cima da equipe adversária com a meio-campista Priscila Rodrigues. O gol não abalou a equipe do Corte Oito, que continua a jogar de forma firme e não se deixa levar pelo desespero de estar atrás na disputa pelas semifinais da competição.

O segundo tempo começou com a equipe do Corte Oito atacando mais e ganhando espaço no campo adversário. Logo no início da etapa, foi marcado um pênalti para o Corte Oito, que a atleta Rhaizza converteu, deixando tudo igual no segundo jogo feminino das quartas de final. O jogo já apontava o seu término, quando a volante Izadora Ribeiro, da equipe do Corte Oito, recebeu seu segundo cartão amarelo sendo expulsa da partida e desfalcando sua equipe, que mesmo com a perda, conseguiu segurar o jogo deixando a decisão para os pênaltis. Nas penalidades, a equipe do Corte Oito levou a melhor vencendo por dois a um e se classificando para a próxima fase da competição.

 

Jardim Bangu 5 x 1 Complexo Coréia - Masculino

O primeiro tempo da penúltima partida do dia foi marcado pelo equilíbrio, com o Jardim Bangu saindo na frente com o meia Guilherme, de pênalti. Na segunda etapa, o time da Coréia, mesmo com um jogador a menos, conseguiu o empate com Ryan, também em cobrança de penalidade. Mas, a equipe de Senador Camará acabou sucumbindo à inferioridade numérica. O volante Vitor surpreendeu o goleiro do Complexo da Coréia, em cobrança de falta, e colocou o Jardim Bangu na frente. Logo em sequência, o atacante Jonas, em jogada individual pelo lado direito, ampliou a vantagem para o Jardim. Ainda houve tempo para que o atacante Erik, que entrou no decorrer do jogo, demonstrasse oportunismo dentro da área. O goleador da partida marcou, respectivamente, o quarto e o quinto gol, encerrando a goleada. Com a vitória, o Jardim Bangu vai enfrentar o Vilar Carioca na próxima fase.

 

Vila Aliança 0 (0) x (2) 0 Vilar Carioca - Masculino

Na última partida do dia não faltou emoção. Um jogo de gigantes. Muito equilibrado e de muita qualidade. Um primeiro tempo sem muitos ataques das duas equipes, questão essa explicada pela forte e esperta marcação feita pelos dois times. O time da Vila Aliança chega ao ataque com mais perigo no primeiro tempo, mas sem grandes chances de gol.

O segundo tempo começa corrido, as duas equipes aparentavam estar mais ansiosas com o passar do tempo. Mas nenhuma das equipes conseguiu tirar o zero do placar. Nas penalidades, quem leva a melhor é a equipe Vilar Carioca. Com um destaque para o goleiro Sérgio Júnior, do Vilar Carioca, que após pegar um pênalti para sua equipe, foi eleito o melhor da partida.


A Taça das Favelas Rio 2019 tem patrocínio do PicPay e da Friboi, apoio de Box Mineiro, Euro Sports, Vai Voando, Comunidade Door, Doctare, Globo, Sportv, Mycujoo e Placar Esportivo.

 

*Voluntários sob supervisão da Assessoria de Comunicação da CUFA.

 





Taça das Favelas 2019 - Todos os direitos reservados.