Meninas goleiam, meninos fazem disputas acirradas

06 Jan 2018



 primeiro dia da Taça das Favelas foi bastante agitado. Tiveram goleadas e jogos disputados., com belos gols. Cerca de 3 mil pessoas passaram pelo campo do Realengo ao longo do sábado. Confira aqui o resumo de cada partida.


Jardim Bom Retiro (Azul) 4 x 0 (Vermelho) Ouro Preto - feminino

O Jardim do Bom Retiro aplicou uma goleada e sem a menor dificuldade contra a equipe do Ouro Preto. Logo no início do jogo, a atacante Natane fez o primeiro gol da Taça das Favelas 2018, com vantagem no placar a equipe de camisa azul continuou pressionando, mas não conseguiu converter a superioridade em gols gols, mesmo assim o Ouro Preto não esbanjou reação. No fim da primeira etapa, Natália dobrou a vantagem. No segundo tempo, o Jardim Bom Retiro entrou só para administrar o resultado, mas ainda conseguiu dois gols com a atacante Larissa e fechou a goleada por 4 a 0.

 

Lagoa de Magé (Verde) 1 x 2 (Azul) Complexo do Taquaral - masculino

O jogo foi um duelo de tempos opostos. Quando a partida começou, tudo indicava que o Complexo do Taquaral aplicaria uma goleada. Logo no início da partida, o estreante em Taças das Favela Jhony Marques começou com o pé direito e fez o primeiro gol desta edição do torneio masculino, colocando o Taquaral em vantagem no placar. A equipe de azul continuou melhor e ampliou a vantagem com Lorran Silva. O segundo tempo começou de forma completamente diferente do primeiro, com a Lagoa de Magé pressionando intensamente o adversário, porém só um gol de pênalti de Gabriel da Silva não foi suficiente para uma reação, e o jogo terminou com a vitória de 2 a 1 para o Complexo do Taquaral.

 

Cohab de Realengo (Colorido) 2 x 2 (Listrado) Sapo de Camará

No jogo com o maior público do dia, as torcidas das duas favelas compareceram em peso, e travaram um duelo à parte, nas arquibancadas do campo do Realengo. Dentro de campo os jogadores corresponderam e fizeram uma das partidas mais empolgantes do sábado. O Sapo de Camará abriu o placar no começo do jogo, com gol espetacular de Marcos Aurélio, em uma falta em muito ângulo, surpreendendo o goleiro, levando a galera à loucura. O Sapo continuou melhor na partida e ampliou em gol contra de Victor Hugo. Na etapa final, a Cohab de Realengo voltou com muita disposição e, apoiada pela torcida, chegou ao empate de 2 a 2, com gols de Igor Jonas e Kayke Cauã.

 

Canto do Rio 0 x 1 Asa Branca

No jogo mais econômico do sábado, a Asa Branca controlou toda a partida, mesmo com toda a torcida a favor do Canto do Rio. Mesmo com superioridade técnica, o a Asa Branca só conseguiu ficar em superioridade no placar, na metade final do segundo tempo com gol de Thiago Borges, e terminou ganhando pela contagem mínima.

 

 

 

Complexo do  (Branco) 2 x 2 (Azul) Gardênia Azul

As duas favelas fizeram a partida mais intensa do dia. A Gardênia Azul saiu na frente no primeiro tempo com Carlos Daniel. Em desvantagem no placar, o Complexo do Mangueirão foi para cima do adversário e empatou com Matheus Rocha. No segundo tempo. O Mangueirão continuou melhor e conseguiu a virada em pênalti convertido por Ronald Patrick. Mas a Gardênia Azul não se abateu e chegou ao empate de 2 a 2 com Gustavo também de pênalti.

 

Fomento (Verde) 0 x 3 (Roxo) Fumacê

No único jogo elástico do masculino, o Fumacê teve amplo domínio na arquibancada e no campo. Mesmo jogando melhor, o Fumacê não conseguiu furar o bloqueio do Fomento, no primeiro tempo. No segundo, abriu o placar logo que a partida voltou com o atacante Kenny, apoiado pela galera, o Fumacê continuou melhor, e fechou o jogo em 3 a 0, com gols de Carlos Henrique e Luis Arthur.

 

Lagoa de Magé (Vermelho) 0 x 10 (amarelo) Caixa D’Água

Baile, chocolate, goleada. Pode chamar do que quiser a atuação da favela da Caixa D’Água contra a Lagoa de Magé. Um sonoro 10 a 0, onde a equipe de Magé quase não tocou na bola. O nome do jogo foi Tatiana Rosário que fez dois gols. Catulen Silene também marcou duas vezes. Danúbia, Mayara Nascimento, Miriam, Mylena Ferreira, Rayssa Vitória e Thalita da Silva completaram a goleada histórica, cada uma com um gol.





Taça das Favelas 2018 - Todos os direitos reservados.