Emoção e raça entram em campo e Taça das Favelas São Paulo 2019 define semifinalistas

18 de Maio de 2019



 

por Alan Alexandrino*

O tempo na Vila Manchester amanheceu frio e com chuva fina, mas não desanimou torcida e jogadores que disputaram vaga às semifinais da Taça das Favelas 2019. Quatro equipes por categoria voltarão a jogar neste domingo, 19 de maio, no mesmo local, em busca da vaga na grande final do torneio, dia 1º de junho, no Pacaembu, estádio mais tradicional do futebol paulista.
Ao contrário dos últimos finais de semana, não tivemos nenhuma partida decidida nas penalidades. Todos os oito jogos foram decididos, em campo, durante o tempo regulamentar.
A Taça das Favelas 2019 é o maior torneio entre favelas do mundo. É organizada pela Central Única das Favelas e produzida pela InFavela.

Complexo do Cajú Capão 1 x 3 Paraisópolis - Feminino
O primeiro jogo do dia teve gol cedo. A Seleção de Paraisópolis abriu o placar logo nos primeiros cinco minutos, com Marluce. A equipe do Capão foi para cima e, apesar da boa atuação da goleira do Paraisópolis, conseguiu chegar ao empate com Carioca, batendo pênalti, sofrido por Edna.O primeiro tempo ainda teve mais emoção. Luana bateu falta e Mica marcou, colocando a Seleção de Paraisópolis na frente novamente.
Na volta do intervalo, a goleira do Capão bateu cabeça e Marluce, de novo, marcou o terceiro, de cobertura. Um golaço de puro oportunismo que e que colocou a equipe nas semifinais, neste domingo, contra o Parque Santa Madalena.

Complexo Vila Julia Perracine 0 x 2 Favela Do 1010 Rio Pequeno - Masculino
No embate entre duas grandes forças do torneio, o primeiro tempo terminou sem gols e com poucas chances de gol. Quem chegou mais perto de abrir o placar foi o Rio Pequeno. O gol veio no segundo tempo, com Gabriel Jesus, camisa 9, que fez jus ao nome e acertou um belo chute de longe. Gleison, no final da partida, deu números finais ao jogo e à classificação da sua seleção. A Favela do 1010 Rio Pequeno enfrenta, neste domingo, a Favela do Iporanga.

Favela Do Leme 0 x 2 Complexo Parque Santo Antônio - Masculino
Mais um 2 a 0 no dia. No primeiro tempo, o Parque Santo Antônio dominou. Tanto que Geovane abriu o placar aos 7 minutos, aproveitando vacilo da zaga. Aos 21, após cruzamento na esquerda, o goleiro saiu mal e Enzo aproveitou e fez o segundo gol do PSA, na partida. No segundo tempo, o Leme melhorou, perdeu um gol incrível no final, mas não foi suficiente. O Complexo Parque Santo Antônio enfrenta, buscando vaga na final, a seleção a Favela do Colina, que jogou em seguida.

Favela Do Colina 2 x 0 Complexo Do Jd. Clipper - Masculino
O grande destaque da partida foi o goleiro Allan, da Favela do Colina, que salvou a sua seleção em diversos momentos. A Seleção do Complexo do Jardim Clipper chegou com perigo, mas o goleiro do Colina foi seguro e apareceu quando cobrado.
Lucas, aos 26 minutos da primeira etapa, chutou de longe e abriu o placar para o Colina. Antes do fim do primeiro tempo, ainda deu tempo de Kayky mandar uma bola na trave. Ele teve a oportunidade de deixar o dele aos 17 do segundo tempo, quando o árbitro apitou um pênalti, discutível, para o Colina. O jogador cobrou e fechou o placar.

Favela do Campanário 1 x 2 Heliópolis - Feminino
Num primeiro tempo bastante truncado, a Favela do Campanário buscou o gol com mais perigo. As duas equipes enfrentaram a forte chuva que começou a cair na Vila Manchester. Porém, o tempo não atrapalhou a seleção de Heliópolis, que abriu o placar com Giovanna. As adversárias empataram, aos 29, com Tati.
Na volta do intervalo, Giovanna, novamente, aproveitou a saída errada da goleira do Campanário e deu números finais ao jogo, 2 a 1 Heliópolis, que enfrenta o Complexo da Casa Verde nas semifinais.

Favela do Iporanga 2 x 0 Complexo do Jardim Miragaia - Masculino
A Favela do Iporanga não encontrou dificuldades para vencer o Complexo do Jardim Miragaia. Pezão, aos 5 do primeiro tempo, fez bela jogada e abriu o placar no começo. No segundo tempo, aos 16, Andrew acertou um belo chute e marcou um golaço, ampliando a vantagem e classificando sua equipe para às semifinais.

Complexo da Casa Verde 2 x 1 Favela Beira Mar - Feminino
Um jogo brigado, com muitos cartões, mas que teve bastante emoção. O Complexo da Casa Verde, com puro oportunismo, aproveitou falha adversária e abriu o placar aos 12 do primeiro tempo, com Ana Carolina. De falta, Dê marcou o segundo do Casa Verde, que enfrentará nas semifinais a Seleção de Heliópolis.

Parque Santa Madalena 2 x 0 Complexo de Parelheiros - Feminino
Por fim, as quartas de final da Taça das Favelas São Paulo 2019 tiveram o Parque Santa Madalena seguindo na competição, defendendo uma grande campanha até aqui. Foi quem quase abriu o placar em um primeiro tempo com poucas oportunidades. A vitória veio no segundo tempo. Aos 13 minutos, Vitória abriu o placar. Lívia aumentou o placar aos 21 e deu números finais à classificação do time, que enfrenta, neste domingo, a Seleção de Paraisópolis.


A Taça das Favelas São Paulo tem como embaixadores o capitão do pentacampeonato mundial de futebol, Cafu, a ex-jogadora de basquete medalhista olímpica, Marta, e o rapper paulista, Dexter, e conta com patrocínio de PicPay, Friboi, Assaí Atacadista e Uber, apoio de Box Mineiro, Vai Voando, Euro Sports, Globo, Sportv, Comunidade Door, Prefeitura de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Mycujoo e Placar Esportivo, e cooperação da UNESCO.


*Voluntário sob supervisão da Assessoria de Comunicação da CUFA.





Taça das Favelas 2019 - Todos os direitos reservados.