Vagas para as quartas de final da Taça das Favelas São Paulo começam a ser definidas na Vila Manchester

14 de Maio de 2019



por Géssica Esteves*

 

O Centro Esportivo Vicente Feola tem sido palco dos mais belos gols do campeonato. Com direito a gol olímpico e fortes emoções, o sábado, dia 11 de maio, de sol na Vila Manchester definiu as primeiras vagas para as quartas de final da primeira edição paulista do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo, evento organizado pela Central Única das Favelas (CUFA) e produzido pela InFavela.

 

Parque Santa Madalena 1x0 Vila Albertina - Feminino

Ao contrário do jogo de estreia do Parque Santa Madalena, que facilmente venceu suas adversárias com um placar de 10 a 1, o primeiro jogo das oitavas de final da Taça das Favelas São Paulo trouxe um duelo de gigantes, a seleção da Vila Albertina mostrou ser uma adversária à altura.

O jogo foi equilibrado, com chances de gols para as duas equipes, a seleção da Vila Albertina apertando a marcação e não dando espaço para que a bola sobrasse no pé da seleção do Parque Santa Madalena, mas, em uma cobrança de escanteio no primeiro tempo, Livyan, camisa 9, com muita maestria marcou um golaço olímpico e classificou a seleção do Parque Santa Madalena para mais uma etapa do campeonato.

 

Favela do Boqueirão 0x2 Favela do Leme - Masculino

Pela primeira vez na Taça das Favelas São Paulo 2019, os meninos da Favela do Leme conseguiram pisar no gramado na luz do dia. Após o histórico de vitórias em partidas a noite, e até mesmo com chuva, os meninos aproveitaram o sol e o público da Vila Manchester, e deram um show com belas performances ao longo da partida. No primeiro tempo, Caio César abriu o placar para a seleção da Favela do Leme. No segundo tempo, a seleção da Favela do Boqueirão apertou a marcação, investiu em um ataque ofensivo e chutes de longa distância, dando trabalho para o goleiro da Favela do Leme. Em um contra-ataque, Caio César novamente, marcou o segundo para a seleção da Favela do Leme, levou um cartão amarelo por tirar a camiseta na hora da comemoração, mas isso não impediu a festa da molecada, que segue classificada para as quartas de final!

 

Complexo do Peri 0 (0) x (2) 0 Complexo Jardim Clipper - Masculino

Um dos jogos mais esperados do sábado na Vila Manchester. As duas equipes chegaram nas oitavas de final com um histórico de excelentes atuações, as duas torcidas vibravam a cada lance do jogo, que foi bem disputado, com as duas equipes criando chances de gol, arriscando nos chutes de longa distância e apertando a marcação. O jogo terminou com o marcador zerado, levando a decisão para a marca da cal. Nas penalidades, o goleirão do Complexo Jardim Clipper realizou duas defesas, e na última cobrança do Clipper, Guilherme Cardeal, o craque da partida, deixou sua marca e consagrou a classificação da sua seleção.

 

Favela Do Colina 0 (2) x (0) 0 Vale Dos Machados - Masculino

Mais um jogo de gigantes que foi decidido nas penalidades. As duas seleções entraram em campo com atletas com alto nível de preparação, que buscaram a classificação para as quartas de final da edição 2019 da Taça das Favelas São Paulo. O jogo foi pegado, as duas equipes criaram muitas chances de gol, mas o segundo tempo acabou no 0 a 0. Nas penalidades, o goleiro da seleção da Favela do Colina mostrou estar preparado para tudo, defendeu duas cobranças e manteve a permanência da sua seleção no maior campeonato de futebol entre favelas do mundo.

 

Complexo Vila Remo 1 x 2 Complexo Casa Verde - Feminino

A partida começou com a seleção do Complexo Casa Verde com o ataque mais ofensivo, com maior posse de bola, dando trabalho para a zaga da seleção do Complexo Vila Remo. Ana Karolyna (Mineira), foi eleita a melhor jogadora da partida, abriu o placar para a seleção Complexo Casa Verde, no primeiro tempo. No segundo tempo, Kethelin, ampliou o placar deixando o time mais próximo da classificação. Em uma cobrança de falta, com maestria, Beatriz, camisa 7, correu atrás do prejuízo para o Complexo Vila Remo. O Complexo Casa Verde teve a chance de ampliar o placar, em uma cobrança de pênalti, ainda no tempo normal, mas a zagueira Amanda perdeu a oportunidade.

 

Complexo 7 Campos 0 (1) X 0 (2) Complexo Jardim Miragaia - Masculino

O jogo foi equilibrado, as duas equipes brigando pela classificação, do início ao fim da partida. Os dois times tiveram muitas chances de gol perdidas no segundo tempo, que poderiam ter definido a vaga ainda no tempo normal. Nas penalidades, o Complexo Jardim Miragaia levou a melhor, e segue viva no torneio.

 

Complexo do Grajaú 0 x 1 Complexo do Cajú Capão - Feminino

O penúltimo jogo do dia foi marcado por um grande clássico da Zona Sul de São Paulo, Grajaú x Capão Redondo. No primeiro tempo, as meninas do Complexo do Cajú Capão tiveram a maior posse de bola, e ditaram o ritmo do jogo. Daiane, no primeiro tempo, abriu o placar para a seleção do Capão Redondo.

No banco de reservas, o técnico do Grajaú gritava “Calma! O time tá apavorado!”, e realmente estava. No segundo tempo o Complexo do Grajaú buscou o gol, mas mesmo com o cansaço a seleção do Complexo do Cajú manteve o placar e seguiu para as quartas de final da Taça das Favelas São Paulo.

 

 

Complexo Parelheiros 3 x 1 Santa Terezinha - Feminino

O jogo começou com o Complexo Parelheiros no comando, logo no início do primeiro tempo, em uma cobrança de falta, Yolanda, camisa 30, abriu o placar para a seleção do Complexo Parelheiros. A seleção da Santa Terezinha apertou a marcação, mas Letícia, camisa 5, do Complexos Parelheiros furou a zaga e conseguiu ampliar o placar, ainda no primeiro tempo. No segundo tempo, Mileny correu atrás e diminuiu a diferença para a seleção da Santa Madalena, mas Yolanda, mostrou que é craque em bola parada, marcou mais um golaço em cobrança de falta, e consagrou a classificação do Complexo Parelheiros.

 

A Taça das Favelas São Paulo tem como embaixadores o capitão do pentacampeonato mundial de futebol, Cafu, a ex-jogadora de basquete medalhista olímpica, Marta, e o rapper paulista, Dexter, e conta com patrocínio de PicPay, Friboi, Assaí Atacadista e Uber, apoio de Box Mineiro, Vai Voando, Euro Sports, Globo, Sportv, Comunidade Door, Prefeitura de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Mycujoo e Placar Esportivo, e cooperação da UNESCO.

 

*Voluntária sob supervisão da assessoria de comunicação da CUFA.





Taça das Favelas 2019 - Todos os direitos reservados.