Domingo de jogos na Vila Manchester define as últimas vagas masculinas para a segunda etapa da Taça das Favelas São Paulo 2019

14 de Abril de 2019



Domingo de jogos na Vila Manchester define as últimas vagas masculinas para a segunda etapa da Taça das Favelas São Paulo 2019

 

por Géssica Esteves*

 

A edição 2019 da Taça das Favelas São Paulo se despediu do campo Vila Manchester neste último domingo. A primeira etapa de jogos masculino se encerra com o total de 32 equipes classificadas para a segunda fase do campeonato organizado pela Centra Única das Favelas (CUFA) e produzido pela InFavela. Os próximos jogos da edição paulista do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo serão realizados no Centro Esportivo Edson Arantes do Nascimento, popularmente conhecido como Pelezão, localizado no alto da Lapa, e marcará a estreia das seleções femininas no campeonato.

 

Complexo Pedreira 1x2 Parque Santa Madalena

O domingo começou chuvoso na Vila Manchester, apesar do ânimo matinal dos atletas, o primeiro tempo não foi muito movimentado e terminou zero a zero. Após a chuva, e do descanso do intervalo, os times voltaram para campo com muita vontade de balanças as redes. Bibinha e, na sequência, Matheus, abriram a vantagem para a seleção do Parque Santa Madalena. Caio do Complexo Pedreira diminuiu a diferença, na reta final do segundo tempo, mas a vitória da favela do Parque Santa Madalena já estava garantida.

 

Favela Eliza Maria 0 (2) X (3) 0 Favela 1010

As seleções entraram em campo com uniformes extremamente parecidos, mas, além do uniforme, a garra dos atletas dos dois times também foi equivalente. A bola rolou na maior parte do tempo pelo meio do campo, pois as duas equipes marcaram fechado e não deram espaço para as chances de gol. No banco, a comissão técnica empurrava os times com gritos de “Vai! Acredita!”, mas o jogo se encerrou empatado e sem gols. Nas penalidades, a Favela 1010 levou a melhor, e segue para a próxima fase do campeonato.

 

Cohab José Bonifácio 2x0 Favela Cai Cai

A seleção da Cohab José Bonifácio entrou muito à vontade em campo, Deivid, camisa 10, abriu o placar ao início do primeiro tempo. O jogo seguiu com a Cohab na vantagem, a Favela Cai Cai teve a chance de empate, em uma cobrança de pênalti no segundo tempo, mas Henrique meteu um bolaço no travessão. Ao final do segundo tempo, de novo ele! Deivid marcou o segundo para a Cohab José Bonifácio, e provou o porque ele é o camisa 10 da seleção da sua quebrada.

 

Serra Pelada 0x2 Pantanal Jardim Helena

O jogo se iniciou com as duas equipes bem estruturadas e apertando a marcação. A seleção do Pantanal Jardim Helena se destacou pela postura dos atletas em campo, com um bom toque de bola, muito entrosamento, logo no primeiro tempo, Renan abriu o placar. No segundo tempo, a seleção de Serra Pelada buscou muito o empate, mas o Pantanal Jd Helena não deu chances, e Bruninho marcou o segundo gol fechando a estreia vitoriosa do Jardim Helena na Taça das Favelas São Paulo 2019.

 

Recanto dos Humildes 1x2 Favela do Oratório

As equipes entraram em campo muito animadas, sendo empurradas pelo barulho das torcidas que estavam presentes. O primeiro tempo encerrou no 0 a 0, mas após o intervalo dos atletas, as duas seleções voltaram para o campo de olho na classificação. Everton, camisa 10 da Favela do Oratório, abriu o placar, e Leonardo, camisa 7 do Recanto dos Humildes, não deixou barato e empatou a partida. Everton conseguiu furar a zaga do Recanto dos Humildes, e ao final do segundo tempo garantiu a vitória da Favela do Oratório em um jogo disputadíssimo.

 

Complexo Promorar 1x4 Jardim Mutinga

A seleção do Jardim Mutinga obteve o melhor resultado da primeira etapa de jogos masculinos da Taça das Favelas São Paulo 2019. As seleções começaram o primeiro tempo apertando a saída de bola, lance a lance, até que Kaique, camisa 10, abrisse o placar para o Jardim Mutinga. Aos 4 minutos do segundo tempo, a seleção Complexo Promorar correu atrás do prejuízo, e Leonardo, camisa 9, colocou a bola na rede.

O jogo seguiu no 1 a 1, mas na reta final do segundo tempo, a seleção do Jardim Mutinga deu um show, e garantiu a permanência no campeonato no tempo normal. Richard, camisa 11, marcou aos 24 minutos. Luiz Felipe, camisa 9, aos 28. Luiz Henrique, camisa 2, marcou aos 31, no último lance do jogo e carimbou a goleada em cima da seleção Complexo Promorar.

 

Favela da Marcone 1 (1) x (2) 1 Complexo Vila Isabel

O som dos tambores e os gritos das torcidas marcaram o confronto de duas grandes seleções que disputavam uma vaga para a próxima etapa da Taça das Favelas São Paulo 2019. A Favela da Marcone saiu na frente, com o gol de Igor, camisa 9, no meio do primeiro tempo. Ao iniciar o segundo tempo, Andrey, camisa 10, marcou para o Complexo Vila Isabel. Ao final do segundo tempo, o goleiro do Complexo Vila Isabel se destacou com uma bela defesa nas penalidades, e por fim sua seleção venceu a Favela da Marcone e segue classificada.

 

Complexo Vila Júlia Perracine 2x0 Morro do Socó

O jogo começou morno, com poucas chances de gol para as duas seleções, mas, como em todo bom jogo, as surpresas do futebol sempre estão guardadas para o fim. A partida estava no 0 a 0 no segundo tempo, caminhando para as penalidades, mas Guilherme, camisa 7, marcou o primeiro para o Complexo Vila Júlia Perracine. Na sequência, Isaac, camisa 9, confirmou a vitória de 2 a 0 em cima da seleção do Morro do Socó.


Devido à Semana Santa, a Taça das Favelas São Paulo 2019 não terá jogos no próximo final de semana. A família CUFA deseja Feliz Páscoa a todos, e voltamos com as estreias das guerreiras da nossa competição no próximo dia 27 de abril.

A Taça das Favelas São Paulo tem como embaixadores o capitão do pentacampeonato mundial de futebol, Cafu, a ex-jogadora de basquete medalhista olímpica, Marta, e o rapper paulista, Dexter, e conta com patrocínio de PicPay, Friboi, Assaí Atacadista e Uber, apoio de Box Mineiro, Vai Voando, Euro Sports, Globo, Sportv, Comunidade Door, Prefeitura de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Mycujoo e Placar Esportivo, e cooperação da UNESCO.

*Voluntária sob supervisão da assessoria de comunicação da CUFA.





Taça das Favelas 2019 - Todos os direitos reservados.