Assim como no sábado, primeiro domingo da Taça das Favelas São Paulo 2019 tem muitos duelos definidos nos pênaltis

07 de Abril de 2019



Assim como no sábado, primeiro domingo da Taça das Favelas São Paulo 2019 tem muitos duelos definidos nos pênaltis

 

O segundo dia de jogos da Taça das Favelas São Paulo 2019, que ocorreu neste último domingo, 7 de março, na Vila Manchester, foi marcada por jogos disputadíssimos, resultados apertados, e, como não poderia faltar, um pouco de sofrimento no futebol paulista, dos oito jogos que aconteceram no dia, cinco foram disputados nos pênaltis. Só aconteceram jogos da categoria masculina.

 

Jardim Aurora 1 x 2 Jardim Gouveia

O domingo começou nublado, com uma chuva fina, nada animador. Mas quando as seleções entraram em campo, nem a chuva conseguiu parar a molecada. O jogo foi pegado, muitas faltas para as duas equipes que fecharam a marcação e investiram em um ataque ofensivo para abrir o placar. Ao final do primeiro tempo, Thiago, do Jardim Aurora, abriu o placar. Mas não demorou muito para Guilherme, do Jardim Gouveia, empatar a partida. No segundo tempo, a zaga do Jardim Gouveia voltou ainda mais fechada, não dando chances para o Jardim Aurora. Gabriel, em uma cobrança de falta, resolveu a partida que classificou o Jardim Gouveia para a próxima fase.

 

Sete Campos 2 (7) x (6) 2 Vila Marcondes

Jogo de fortes emoções. Samurai, camisa 11 da Vila Marcondes, abriu o placar no início do primeiro tempo. O jogo seguiu com marcações fortes, muitas faltas para as duas equipes e poucas chances para a seleção do Sete Campos, que ainda teve a infelicidade de marcar um gol contra, deixando a seleção da Vila Marcondes mais próxima da classificação.

Apesar do resultado do primeiro tempo, a equipe do Sete Campos voltou muito melhor do intervalo. Apertando a marcação e não dando espaço para a Vila Marcondes, a favela de Sete Campos conseguiu diminuir com Luan e, minutos depois, Guilherme empatou, levando a decisão para a marca da cal. A Vila Marcondes ainda teve a chance resolver a partida no tempo normal, mas Thomas, camisa 8, perdeu o pênalti. Nos chutes alternados das penalidades, a seleção de Sete Campos levou a melhor e segue na competição, após uma reação de muita raça.

 

Complexo Alba 0 (0) x (1) 0 Jardim Miragaia

A partida foi morna, com poucas faltas e poucas chances de gols para as duas equipes. O placar permaneceu zerado até o final do segundo tempo, mas nas penalidades os goleiros das duas equipes foram os heróis da partida. Em destaque, Leonardo, goleiro do Jardim Miragaia que defendeu as três cobranças de pênaltis, classificando a sua seleção.

 

Morro do Piolho 0 (4) x (3) 0 Ponte Alta

Os meninos do Morro do Piolho chegaram cedo na Vila Manchester, iniciaram um aquecimento fora de campo e foram com muita garra em busca da classificação no campeonato. A seleção da Ponte Alta também fez bonito, e levou para a Vila Manchester uma torcida que cantava e vibrava a cada lance. O jogo teve muitas chances de gols para os dois times, mas fechou o segundo tempo com um empate de 0 a 0. Após 3 cobranças de pênaltis bem-sucedidas, Yuri, camisa 22 do Morro do Piolho, decidiu a partida nos alternados. Ao final da comemoração dos atletas, a seleção do Morro do Piolho foi exemplo de humildade, e os atletas abraçaram os jogadores da seleção da Ponte Alta, que foi eliminada do campeonato.

 

Favela Boqueirão 0 (3) x (2) 0 Favela Santa Francisca

A Favela do Boqueirão partiu pra cima e buscou o gol o tempo todo, mas não conseguiu tirar o zero do placar. No final, seus jogadores foram premiados pelo empenho e pela ousadia e conseguiram a classificação para a próxima fase do maior campeonato de futebol entre favelas do mundo nas penalidades.

 

Complexo Guarapiranga 0 X 1 Favela Vila Da Paz

No início do primeiro tempo, Danilo marcou primeiro gol para a Favela Vila da Paz. O jogo seguiu aberto, a seleção da Vila da Paz buscando ampliar o placar, enquanto o Complexo Guarapiranga lutava por um empate. Ao final do segundo tempo, um dos zagueiros do Vila da Paz recebeu cartão vermelho, mas isso não atrapalhou a festa da equipe que segue na competição.

 

Fazenda da Juta 2 x 0 Parque Paulistano

Ao contrário dos times que preferem guardar as emoções da partida para a disputa de pênaltis, a seleção da Fazenda da Juta entrou em campo e decidiu a partida no tempo normal. O primeiro tempo encerrou no zero a zero, com chances de gols para as duas equipes. Aos 10 minutos do segundo tempo, Rafael, camisa 9 da Fazenda da Juta, com muita categoria deixou o goleiro no chão e empurrou a bola para a rede abrindo o placar. Na sequência, aos 16 minutos do segundo tempo, Leonardo, camisa 7 da Juta, ampliou o resultado garantindo a classificação da sua favela para a próxima fase.

 

Jardim Jaqueline 0 (5) x (6) 0 Favela do Leme

O último confronto do dia foi marcado pelo clássico entre duas favelas representantes da Zona Oeste de São Paulo. As duas seleções trouxeram garra e rivalidade para o campeonato. Os dois times chegaram com um ritmo acelerado de jogo, muitas faltas, muitas chances de gols, mas ninguém tirou o zero do placar. Após cinco rodadas bem-sucedidas de cobranças de pênaltis, a sexta rodada foi o momento de glória para os dois goleiros que realizaram belas defesas visando a classificação. Na sétima rodada o Complexo Jardim Jaqueline falhou, e a Favela do Leme decidiu a partida e segue para a próxima etapa do campeonato.

 

A Taça das Favelas São Paulo tem patrocínio de PicPay, Friboi, Assaí Atacadista e Uber, apoio de Box Mineiro, Vai Voando, Euro Sports, Globo, Sportv, Comunidade Door, Prefeitura de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Mycujoo e Placar Esportivo, e cooperação da UNESCO.

 

*Voluntário sob supervisão da assessoria de comunicação da CUFA.





Taça das Favelas 2019 - Todos os direitos reservados.